Corrida de cinco quilômetros exclusiva para as mulheres acontece no dia oito de março
$alttext

No dia Internacional da Mulher, comemorado em oito de março, as mulheres de Ilhota e região terão a oportunidade de participar de um evento organizado especialmente para elas. A primeira “Trajetória Camponesa”, organizada por Paulo Abud, irá reunir mulheres para uma corrida exclusiva para o sexo feminino. Serão cinco quilômetros de aventura, determinação e superação.

O ponto de encontro será o Posto Ipiranga, ao lado da balsa, na margem direita de Ilhota. As mulheres que forem participar da corrida devem estar no local até às 7h45min, quando serão levadas, de ônibus, até o bairro Barranco Alto, na margem esquerda. De lá, correrão até o campo municipal do bairro Pedra de Amolar. Esta será a primeira vez que uma corrida destinada apenas para mulheres será realizada no município.

“Eu sempre quis fazer um evento para comemorar o dia Internacional da Mulher. Ano passado, quando promovi o primeiro Treino Campestre, a participação de duas mulheres no evento chamou a minha atenção e me incentivou a organizar esta corrida”, explica Abud. Na primeira edição, não haverá competição entre as participantes e nem premiação. “Será uma grande confraternização e o objetivo é promover este evento anualmente para, no futuro profissionalizá-lo”, ressalta.

Para participar do evento é preciso se inscrever antecipadamente. A inscrição é gratuita e deverá ser feita até o dia cinco de março, pelo telefone (47) 8871 9345. Menores de 18 anos terão que apresentar a autorização dos pais. A expectativa do organizador é reunir um grande público: 15 mulheres de Ilhota, Gaspar e Blumenau já se inscreveram.

Sandra Côrrea, de 43 anos, é uma delas. Incentivada pelo esforço e progresso que o marido alcançou com a corrida, ela também resolveu, há seis anos, a se aventurar no esporte. “Eu moro em Blumenau mas o meu marido reside em Ilhota. Assim que ele me falou desta corrida, fiz a inscrição”, diz. Cherli da Silveira, de 30 anos, corre por hobby e também já garantiu a participação na Trajetória Camponesa. “A iniciativa é muito legal pois são poucas as oportunidades só para as mulheres na região”.

Sabendo dos benefícios que a corrida traz para a saúde e pensando em incentivar a comunidade, a enfermeira de Ilhota, Ana Teresa Americano, de 50 anos, também estará presente. “Já comecei a treinar”, afirma.

Redação Jornal Metas
4/2/2014 18:18:58

Compartilhe!
Publicidade
Publicidade
  • 169Este post:
  • 20801Total de Leituras:
  • 17Leituras Hoje:
  • 55Leituras Ontem:
  • 373Leituras na semana passada:
  • 1351Leituras por mês:
  • 11021Total de visitas:
  • 16Visitas hoje:
  • 48Visitas ontem:
  • 313Visitas semana passada:
  • 1068Visitas por mês:
  • 42(média) de visitas por dia:
  • 0Visitantes online:
  • 27 de junho de 2012Início da contagem:
Previsão